COMO CONTROLAR A ANSIEDADE NA MELHOR IDADE NO PERÍODO DE PANDEMIA

Sabemos que expectativa de vida dos brasileiros aumentou, hoje a terceira idade é a fase mais ativa, isso se dá com a inclusão social e os avanços tecnológicos, porém é um momento de extrema mudança com a chegada da aposentadoria.

Com a chegada do novo coronavírus consequentemente novas formas de contato foram estabelecidas, com isso muitos idosos acabaram por desenvolver ansiedade, visto que não tinham mais o contato físico com seus familiares.

A ansiedade em idosos não se iniciou com a pandemia, ela apenas se agravou um pouco mais. Dados apontam que a ansiedade em idosos é uma doença que se mostra comum nessa faixa de idade, muitos tendem a desenvolver depressão em casos mais extremos onde os sinais não são reconhecidos

Com a mudança da rotina o medo é um fator que não passa despercebido na melhor idade passando muitas horas dentro de casa e sem poder realizar as tarefas mais simples no cotidiano como a prática de exercícios a patologia pode surgir.

É uma situação que frequentemente aparece nessa idade, os idosos se sentem limitados por não poder seguir a sua rotina e começam sentir um desconforto causado pela ansiedade, mas diferente das pessoas mais novas esses sintomas aparecem de outra maneira como:

– Falta de apetite 

– Dores pelo corpo

– Perca de memória 

– Disfunção do sono

QUAIS SÃO OS PREJUÍZOS DA ANSIEDADE E QUAL O SEU TRATAMENTO EM IDOSOS?

A ansiedade pode se manifestar de forma diferenciada em cada indivíduo, infelizmente ela pode ser percebida pelos familiares e pelo paciente. Gerando prejuízos na maioria das vezes.

Em um contexto geral, um dos prejuízos mais comuns das crises de ansiedade em idosos estão relacionados com rotina ou com relações interpessoais. As pessoas que sofrem com o transtorno de ansiedade sofrem de um medo excessivo, dificuldade na fala e até mesmo dificuldades em executar tarefas simples no dia a dia. 

Quando não tratada, o quadro de ansiedade pode ter uma severa piora, trazendo a tona doenças como depressão e demais doenças psicológicas.

Para que seja tratada a ansiedade em idosos, é necessário que o mesmo busque sempre realizar um check-up de rotina, com isso os exames poderão ajudar na identificação desses fatores que apontam a ansiedade. 

Outro fator que podemos apontar é como aprender a lidar com as crises de ansiedade durante os momentos de ansiosos durante a quarentena, a ansiedade é um transtorno comum e por conta da situação atual essas crises se tornam comuns.

Portanto ficar atento aos sintomas é a primeira forma de prevenir a ansiedade, mas é claro que não é a única, ao praticarmos atividades físicas ativamos a liberação de enzimas que evitam o sentimento de ansiedade e solidão. 

Viver bem é um objetivo que você pode atingir, comece hoje a cuidar de sua saúde, na MedSênior existe um plano pronto para que você possa desfrutar de uma vida mais saudável.